domingo, 7 de novembro de 2010

Poesia/110

O amor pode ser tão inconstante
E também pode ser nosso
Mesmo que por um instante
Basta tentar

Então, vem!
Me dê a mão
Vamos voar
Tirar os pés do chão

Você tem medo
E eu também!
Mas e daí, meu bem...
E daí...

Então, vem!
Põe em mim
Teu coração
Que o meu já está em ti

Vem, me diga sim
Vamos viver
Levantar vôo
Num balão
Pegar a estrada

Vem
Me dê a mão
Que eu te quero tanto
Como meu par
O bem querer é o que
Iremos conjugar.

Um comentário:

Fabio disse...

Wow, something to relate to. I enjoyed it very much.
Fabio