segunda-feira, 26 de julho de 2010

Poesia/71

O meu caminho torto (louco?)
cruzou com teu caminho roto
Numa noite em que meu coração
Estava desalinhado
Por causa da saudade
E de uma desilusão

Então, nossos caminhos tortos
Se uniram numa terceira via
E desde esse dia
Seguimos juntos
Ainda tortos
Mas retos
No amor.

Para Eduardo

2 comentários:

Simone Santos disse...

Que máximo seu projeto e blog, parabéns, curti muito sua poesia, continue escrevendo sempre, sucesso!!!

www.simonemais.blogspot.com

Edu disse...

Ola, meu amor!
Obrigado pela dedicacao,sabe que torco muito por voce, eu quero sempre estar na sua presenca,continue sempre essa esposa maravilhosa que voce e, nao so esposa como escritora tambem...

TE AMO, TE QUERO PRA TODO SEMPRE!!