sexta-feira, 18 de junho de 2010

Poesia/55

Dádiva
Ri minha diva
Questionada, ela se esquiva
É mistério se ela vai
É mistério se ela fica

Divina, luz da vida minha
Me guie até seu coração
Traduzo em versos meu amor
E explodo de paixão

Ruborizada, se intimida
Não esperava esse cortejo
Até essa timidez é linda
Por isso eu canto meu desejo!

Um comentário:

Ravena disse...

adoro seus textos!

qdo lançar seu livro, quero estar no coquetel (que será promovido nao sei por quem e nem quando) com seu livro na mãe, sendo a 1a da fila a pegar sua dedicatória pra mim "sua coleguinha de classe de infancia..."

saudades de vc preta... vem aqui em sampa, vc fica hospedada na minha casa!

bju bju

Ravena

(ravenanojoza@hotmail.com)