quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Poesia/100

Ouça-me
Hoje eu quero apagar o meu amor por ti

Afaste-se
É hora de esquecer o quanto eu fui feliz

Deixa-me
Tua amizade não cabe no meu coração

Mas antes de partir, conta-me
Como tirar o teu cheiro do meu colchão.

Um comentário:

Wilka disse...

Tenho duas coisas pra te dizer uma boa e uma ruim. A boa é que o seu poema é ótimo, o seu blog também, adorei! A ruim é que pode ser que esse cheiro não saia, o mais provável é que vc terá de trocar o colchão.

Um abraço