domingo, 30 de maio de 2010

Poesia/41

Quando um amor acaba
E se vai minha alegria
Silêncio vem de mansinho e se instala
Para eu não ficar sem companhia.

Um comentário:

Poesias-Franciéle R.Machado disse...

Contém poucas palavras, mas a poesia está excelente!

Bom Dia!
Bjos.