segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Crônica/21



Vozes

Nao sei se você sabe, mas se não sabe eu vou lhe contar agora: os livros falam. E não estou me referindo aos audiobooks apenas. Falo de todo e qualquer livro.
Através deles ecoam vozes. Vozes que existem ou existiram ou aquelas que foram inventadas; vozes que alguém tentou calar; vozes gostosas ou difíceis de ouvir. Há de todos os tipos e para todos os gostos.
Foi lendo que descobri que eu também poderia criar minhas próprias vozes ou falar para muitos usando esse meio de comunicação, que é tão importante na minha vida.
Toda vez que eu leio, dou vida a vozes, inventadas ou não, e me torno um pouco cada uma delas também. E dessa forma, não só dou vida a estas vozes, mas elas também têm o poder de me dar vida, cada dia mais e mais.

Fonte da imagem: Portal São Francisco

Um comentário:

karla C. disse...

Ai, ler é tão bom. E criar histórias é melhor ainda. Amo!
Meu sonho de criança era ser escritora. Pena que meu pai acabou com isso. Mas, olha que ando repensando seriamente no caso.

Beijos!

http://viciose.blogspot.com/